Por PY5YM – Mauricio Matos

Foto: SP3RN

Você sabe quem é o Santo Padroeiro do Radioamador?

Sim. Existe um Santo Padroeiro do Radioamador.

É São Maximiliano Maria Kolbe.

São Maximiliano Maria Kolbe nascido Rajmund Kolbe em 8 de Janeiro de 1894 – na Polónia, foi um frade franciscano da Polonia que se voluntariou para morrer de fome em lugar de um pai de família, no campo de concentração nazi de Auschwitz, como castigo pela fuga de um prisioneiro.

Franciscano desde 1907, fundou em 16 de Outubro de 1917 a Milícia da Imaculada, associação destinada ao apostolado católico e mariano, que tem como ideal: “Conquistar o mundo inteiro a Cristo através da Imaculada”. A consagração a Nossa Senhora foi um dos meios para tornar isso concreto, acreditando na humanidade, na oração e auxílio da mãe de Jesus Cristo. Instalou uma tipografia católica e editou a revista mariana “Cavaleiro da Imaculada” que alcançou a tiragem de um milhão de exemplares. Chegou a instalar uma emissora de rádio e a estender suas atividades apostólicas até o Japão: entre 1930 e 1936 foi missionário em Nagasaki.

Durante a Segunda Guerra Mundial deu abrigo a muitos refugiados, incluindo cerca de 2000 judeus. Em 17 de Fevereiro de 1941 é preso pela Gestapo, já que os nazistas temiam a sua influência na Polónia. É transferido para Auschwitz em 25 de Maio como prisioneiro #16670.

Em Julho de 1941, um homem do campo do mesmo bloco de Kolbe foge e como represália, os nazistas escolhem 10 outros prisioneiros para morrer de fome e sede no bunker (o prisioneiro fugitivo é mais tarde encontrado morto, afogado numa latrina). Um dos dez, Francisco Gajowniczek, lamenta-se pela família que deixa dizendo que tinha mulher e filhos, e Kolbe pede para tomar o seu lugar. O pedido é aceite. Na realidade, o Padre Kolbe aceitava o martírio para praticar heroicamente seu múnus sacerdotal, dando assistência religiosa e ajudando a morrer virtuosamente aqueles pobres condenados. Duas semanas depois, só quatro dos dez homens sobrevivem, incluindo Kolbe. Os nazistas decidem então executá-los com uma injecção de ácido carbólico. Sua morte ocorre em Auschwitz no dia 14 de Agosto de 1941.

Foi canonizado pelo Papa João Paulo II em 10 de Outubro de 1982, na presença de Franciszek Gajowniczek, o homem cujo lugar tomou e que sobreviveu aos horrores de Auschwitz.

São Maximiliano Maria Kolbe é venerado pelas Igrejas Católica e Luterana, e tem sua festa litúrgica no dia 14 de agosto, sendo considerado padroeiro dos trabalhadores com electricidade, toxicodependentes, família, radioamador e Esperantistas.

Fonte: www.radioamador.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *