Até novembro de 2023 – data exata a ser confirmada pela Marinha do Brasil – a equipe PY1ZV Fábio, PT2IC Stephano e PY6RT Beto deixará a costa brasileira e seguirá em direção a uma das mais cobiçadas entidades de DXCC do mundo. Chegarão à Ilha de Trindade, situada no arquipélago da Trindade e Martim Vaz. Para informação, a Ilha da Trindade é a maior ilha deste arquipélago e está localizada no Oceano Atlântico, cerca de 1200km a leste da cidade de Vitória, capital do Espírito Santo.

O objetivo é realizar a ativação da 16ª entidade DXCC mais procurada, segundo dados do Club Log a partir de agosto de 2023.

Pela dificuldade de acesso à ilha remota, bem como pelos rigorosos protocolos de autorização de deslocamento até lá, já que o local constitui uma área de proteção ambiental com visitas bastante restritas, a ativação da ilha é um evento raro. A última DXpedition à Trindade aconteceu em 2015 (PQ0T). A partir de então, a ilha permanece sem atividade.

A equipe utilizará o indicativo especial PR0T , que já foi solicitado à ANATEL e está em fase final aguardando confirmação.

Desta vez a equipa terá de permanecer na ilha da Trindade por um curto período de apenas 3 ou 4 dias. A expedição operará com duas estações, uma SSB e uma CW, ambas com antenas verticais, e uma estação em FT8, operada remotamente por PY2XB Fred, PY2WAS Alex, PY4AZ Alex, PY5EG Atilano, PY5KD Luciano, PY6TS Ramon, PY7RP Renner, PY8WW Renato e PC3T Alex.

A viagem e a operação na ilha tiveram amplo apoio da Marinha do Brasil – que também transportará colegas e seus equipamentos para dentro do navio. Uma vez na ilha, a equipe ficará nas instalações também mantidas pelos fuzileiros navais na ilha. A LABRE Nacional também conta com o apoio de sua diretoria e com o esforço particular do presidente Marcone Cerqueira PY6MV.

Detalhes completos encontrados aqui .

Fonte: https://www.dx-world.net/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *