Algumas das regras básicas de comportamento e operação no radioamadorismo.

A União internacional de Radioamadores (International Amateur Radio Union – IARU) desde 1925 representa os interesses das comunicações radioamadoristicas. No decorrer destes muitos anos, houve o deterioramento do comportamento dos radioamadores em todas as bandas. Nesse sentido, em 2008 os radioamadores ON4UN (John) e ON4WW (Mark) escreveram um importante documento intitulado “Ética e procedimentos operacionais para o Radioamador”

Este documento pretende ser um guia universal para os novatos, e os já experientes nas diferentes bandas de radioamadorimo no mundo inteiro, sobre aspectos das técnicas operacionais e éticas do nosso serviço.

  1. O coordenador da Rede ou Rodada é o responsável pelo fato de ser a mesma conduzida de maneira ordenada e cortês e que não perturbe outros comunicados.
  2. Nenhuma rede ou operador individual tem o direito exclusivo a uma frequência específica, a menos que esteja conduzindo tráfego de emergência. O uso pertence aquele que a está ocupando no momento.
  3. Não interrompa no meio de uma conversação. Se você pretende fazer uma chamada a outra estação ou pretende juntar-se ao grupo ou rodada, espere, ao menos, até que o câmbio da estação que está com a palavra termine e, só então anuncie seu indicativo de chamada depois que a estação que estiver falando terminar o câmbio. O uso da palavra “break” só é permitido em casos de comprovada emergência.
  4. Se você achar que uma nova estação que chegou à frequência não sabe quem você é, por bom procedimento operacional e por cortesia, dê-lhe seu indicativo de chamada e nome.
  5. Mesmo que a estação que se identificou seja de seu melhor amigo, se não é sua vez de falar, não entre na frequência, não o cumprimente não lhe dirija a palavra. Espere a sua oportunidade de falar, dentro da sequência natural.
  6. Identificar uma estação com “BOA TARDE”, “BOM DIA”, “ESTOU CHEGANDO AÍ?”, “OPORTUNIDADE”, etc., não são formas aceitáveis de identificação. Sempre provocam um retorno inútil de câmbio, que poderia ser evitado, por exemplo, “BOM DIA DE QUEM”, “QUEM CHAMOU?”, “OPORTUNIDADE PARA QUEM?” e por aí afora.

O uso da palavra “break” só é permitido em casos de comprovada emergência. – IARU

  1. É sinal de prática operacional deficiente deixar a frequência “a quem de direito”, pois, normalmente gera certa confusão logo após.
  2. 8. É extremamente desagradável desenvolver uma conversação bilateral com os demais à parte, em uma rodada.
  3. 9. Nunca faça comentários ou observações durante a conversação de outros. É deselegante
  4. 10. Use frases elegantes em sua conversação. Evite palavreado chulo, palavras e ou jargão de sentido duvidoso e impróprio das bandas de radioamador, de forma que não venha ferir a suscetibilidade dos que estão escutando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *